full screen background image

Introdução Alimentar do Bebê: dicas de como começar

O sucesso da introdução alimentar depende do conhecimento e flexibilidade dos pais na hora de oferecer os alimentos do cardápio

É fato que a introdução alimentar gera muitas dúvidas e inseguranças nas mães de primeira viagem. Só de pensar no assunto surgem as seguintes perguntas: Quando devo começar? Quais alimentos são os mais indicados? A partir de que momento o leite materno se torna pouco para um bebê? Entre muitas outras.

Para aliviar os corações das mamães, é muito importante que se tenha visitas frequentes ao pediatra de confiança, pois ninguém melhor do que um especialista para dizer o que se deve ou não fazer.

Mas existem diversas dicas sobre o assunto que podem ajudar nesse fase tão importante do desenvolvimento da criança. Veja e aprenda!

O que é introdução alimentar?

Essa fase é fundamental no desenvolvimento do paladar da criança e nada mais é do que oferecer alimentos para o bebê, além do leite materno.

A recomendação é que a introdução seja feita após os seis meses de vida. Sendo que antes disso, apenas o leite materno é suficiente.

introdução alimentar

(Foto: Cicicee)

Começar a dar alimentos ao bebê, não significa que o leite materno deve cessar. Ao contrário, o leite materno deve ser ingerido até os dois anos de idade.

Quais são os métodos de introdução alimentar?

O método tradicional é amassar o alimento e oferecer com a colher. Outro método é o BLW, que significa desmame guiado pelo bebê, ou seja, o bebê guia a introdução alimentar. A criança pega o alimento sozinha e leva até a boca.

Há também o método participativo, onde o bebê come com a colher seguindo o mesmo modelo do BLW. É um dos métodos mais recomendados, pois é fundamental que o bebê sinta-se livre para controlar sua alimentação e melhor será a aceitação dos alimentos.

É importante que as refeições sejam variadas, ofereça opções diferentes a cada dia. A papinha deve ser pastosa e ir sendo solidificada conforme o bebê for acostumando a comer, isso estimulará a mastigação da criança.



Você deve começar de forma lenta, aos poucos, pois muitas crianças estranham o inicio e é normal que recusem alguns alimentos, caso isso aconteça, não insista, apenas ofereça novamente em outro momento.

Quando iniciar a introdução alimentar do bebê?

Até os seis meses de vida, o leite materno supre todas as necessidades do bebê, nem mesmo a água é necessária, pois o leite manterá a criança bem hidratada.

Introduzir alimentos aos bebês antes dos 6 meses é um risco a saúde dos pequenos, uma vez que o sistema gastrointestinal ainda é imaturo. Ou seja, o bebê pode contrair infecções e desenvolver alergias.

Uma bactéria pode ocasionar vômitos, diarreia e desidratação.

Em relação aos bebês prematuros, a introdução alimentar deve ser feita com muito mais cuidado. Isso porque, é preciso levar em conta a idade corrigida do bebê.

12 Dicas de como fazer a introdução alimentar

Vamos conferir agora, algumas maneiras de introduzir alimentos de forma prática na vida das crianças:

  • Ofereça alimentos frescos e comidas feitas em casa. Nada de alimentos industrializados.
  • Não misture muitos os alimentos, pois isso dificulta o aprendizado do bebê em saber o que está comendo.
  • Seja paciente e não force a criança a ingerir o que foi recusado.
  • Oferte alimentos separadamente, para o bebê diferenciar os sabores e cheiros.
  • Respeite a quantidade de comida que o bebê quiser comer, não insista se ele não quiser mais.
  • Se o bebê não quiser receber a comida através de uma colher, ofereça com as mãos, e deixe que ele interaja com a comida.
  • É muito importante que o bebê se sinta confortável durante esses momentos, tenha uma cadeira de alimentação, babador e colheres adequadas para as ocasiões.
  • Evite comidas muito salgadas e temperos muito fortes, use apenas ervas básicas e leves.
  • Frutas e legumes são os mais recomendados para a introdução alimentar da criança, aposte nesses alimentos para a criança se acostumar rapidamente.
  • Mesmo que um bebê não queira determinado alimento, não retire ele do prato e não o esconda junto com outro alimento, pois quanto maior contato, maiores são as chances da criança ingeri-lo.
  • Comece aos poucos, com uma papinha de fruta.
  • Dê exemplo, seu filho observa tudo ao redor e segue o que os pais costumam fazer. A sua forma de alimentação interfere na alimentação do seu bebê.

Confira mais dicas de como começar a introdução alimentar com mais confiança:

Quais frutas oferecer e como oferecer?

Como já citado, as frutas são uma das melhores opções na hora de fazer a introdução alimentar, é muito importante saber quais oferecer e de que forma oferecer para que haja uma aceitação natural da criança.

O interessante é começar com frutas da estação, porque são as mais frescas. Não existe fruta contra indicada para os bebês. Antigamente, haviam diversos mitos de que o abacaxi, o kiwi e o morango, não seriam bons, mas hoje sabemos que pode-se oferecer qualquer fruta.

quando começar a introdução alimentar no bebe

(Foto: Portal Mommys)

Aos seis meses, os dentinhos do bebê ainda não estão bem desenvolvidos, por causa disso, recomenda-se oferecer as frutas amassadas ou raspadas.

Após a aparição dos dentes, as frutas podem ser dadas em pedaços. Mas lembre-se de tirar caroços e sementes para evitar que a criança se engasgue.

Veja agora o que não se pode oferecer ao bebê antes de 1 ano de idade:


A introdução alimentar na vida de um bebê é um assunto que deve ser levado muito a sério e precisa ser feito com muita paciência. Sempre que houver dúvidas, consulte o pediatra.




loading...


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*