Search


Cantigas de roda populares para as crianças

As cantigas de roda, também conhecidas como cirandas, geralmente são usadas para entreter as crianças em creches, colégios, parques e até mesmo em casa

Apesar de terem perdido parte da sua popularidade, as cantigas de roda continuam encantando muitas crianças e ajudando todos a reviver as memórias de algumas tradições importantes das gerações anteriores.

Como essas tradições não podem se perder com o tempo, temos um registro da beleza das cantigas de roda e de toda a sua importância na Educação Infantil e na cultura de certos locais.

Então, não deixe de acompanhar e, se possível, dançar (enquanto cantarola essas canções tão tradicionais).

O que são cantigas de roda?

Muito conhecidas como cirandas, as cantigas de roda foram idealizadas com o público infantil em mente. No entanto, devido à simplicidade das letras e das melodias, é quase impossível não ser contagiado por uma dessas canções.

Em linhas gerais, as cantigas de roda são chamadas assim, pois as crianças, para poder se divertir, devem ficar de mãos dadas, formar uma roda e cantar todas juntas.

cantigas de roda

(Foto: Casa de Gaya)

Em algumas canções, existem traços do folclore ou da cultura do local e é possível adicionar coreografias, fazendo a brincadeira ficar muito mais divertida.

Aqui no Brasil, as cantigas de roda são consideradas como tradições culturais orais e elas incorporam elementos das culturas africanas, europeias e indígenas. Isto é, são brincadeiras que, olhando mais de perto, funcionam como evidências dos povos que ajudaram a compor a cultura nacional.

A importância das cantigas de rodas na Educação Infantil

Por todo o seu peso cultural e histórico, não é difícil verificar os motivos que fazem as cantigas de roda serem tão importantes na Educação Infantil. Afinal, trata-se de uma forma divertida de ensinar sobre determinados costumes e contar histórias passadas de geração em geração.

Para deixar tudo ainda mais interessante, as cantigas de roda ajudam as crianças a desenvolverem a audição, o ritmo, a linguagem oral, os movimentos, o equilíbrio e a memória. Resumindo, cantar essas canções é uma forma de desenvolver muitas habilidades essenciais e ainda dar início ao estudo da música.



Para completar, é sempre bom lembrar que as cantigas de roda contam histórias. Logo, assim como um livro, essas canções são capazes de mexer com o imaginário das crianças, favorecendo suas criatividades ao máximo.

Não à toa, existem muitos educadores de renome que defendem a utilização das cantigas de roda em diversos momentos de aprendizagem e atividades recreativas.

Letras de cantigas de rodas populares

Para encerrar, nada melhor do que aproveitar esse momento nostálgico para reviver algumas cantigas de roda que, muito provavelmente, você já deve ter ouvido, e cantado. Acompanhe:

cantigas de roda na educação infantil

(Foto: Dicas Miúdas)

O Cravo e a Rosa

O cravo brigou com a rosa

Debaixo de uma sacada

O cravo saiu ferido

E a rosa despedaçada

 

O cravo ficou doente

E a rosa foi visitar

O cravo teve um desmaio

E a rosa pôs-se a chorar

 

A rosa fez serenata

O cravo foi espiar

E as flores fizeram festa

Por que eles vão se casar

 

Se essa rua fosse minha

Se essa rua

Se essa rua fosse minha

Eu mandava

Eu mandava ladrilhar

Com pedrinhas

Com pedrinhas de brilhante

Para o meu

Para o meu amor passar

 

Nessa rua

Nessa rua tem um bosque

Que se chama

Que se chama solidão

Dentro dele

Dentro dele mora um anjo

Que roubou

Que roubou meu coração

 

Se eu roubei

Se eu roubei teu coração

Tu roubaste

Tu roubaste o meu também

Se eu roubei

Se eu roubei teu coração

É porque

É porque te quero bem

 

cantigas de roda infantil

(Foto: Malas & malinhas)

Ciranda Cirandinha

Ciranda, cirandinha

Vamos todos cirandar!

Vamos dar a meia volta

Volta e meia vamos dar

 

O anel que tu me destes

Era vidro e se quebrou

O amor que tu me tinhas

Era pouco e se acabou

 

Por isso, dona Rosa

Entre dentro desta roda

Diga um verso bem bonito

Diga adeus e vá se embora

 

Escravos de Jó

Os escravos de Jó
Jogavam caxangá
Tira, põe,
Deixa o zabelê ficar
Guerreiros com guerreiros
Fazem ziguezigue zá
Guerreiros com guerreiros
Fazem ziguezigue zá.

 

Marcha soldado

Marcha Soldado
Cabeça de Papel
Se não marchar direito
Vai preso pro quartel

O quartel pegou fogo
A polícia deu sinal
Acorda acorda acorda
A bandeira nacional.

 

A canoa virou

A canoa virou
Por deixá-la virar,
Foi por causa da Maria
Que não soube remar

Siriri pra cá,
Siriri pra lá,
Maria é velha
E quer casar

Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar,
Eu tirava a Maria
Lá do fundo do mar.

 

Alecrim

Alecrim, alecrim dourado
Que nasceu no campo
Sem ser semeado

Oi, meu amor,
Quem te disse assim,
Que a flor do campo
É o alecrim?

Alecrim, alecrim aos molhos,
Por causa de ti
Choram os meus olhos

Alecrim do meu coração
Que nasceu no campo
Com esta canção.

 

O cravo brigou com a rosa

O cravo brigou com a rosa
Debaixo de uma sacada
O cravo saiu ferido
E a rosa, despedaçada

O cravo ficou doente
A rosa foi visitar
O cravo teve um desmaio,
A rosa pôs-se a chorar.

 

Pirulito que bate bate

Pirulito que bate bate
Pirulito que já bateu
Quem gosta de mim é ela
Quem gosta dela sou eu

Pirulito que bate bate
Pirulito que já bateu
A menina que eu gostava
Não gostava como eu.


Portanto, as cantigas de roda têm uma importância muito grande na infância de muitas pessoas. Aliás, essas canções são tão importantes que se torna um dever de todos os brasileiros fazer com que elas não caiam no esquecimento.

Nossos antepassados agradecerão e nossas crianças também, já que elas poderão aprender muito com as canções, se desenvolver de muitas formas e ainda dar boas risadas.

Avalie esta matéria!






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.